Microsoft Phones e Qualcomm 2017

Discussão em 'Windows Phone' iniciada por Zec@s_MTR, 9 Dezembro 2016.

  1. Zec@s_MTR

    Zec@s_MTR Moderador

    Registo:
    6 Fevereiro 2006
    Mensagens:
    1,674
    Likes Recebidos:
    79
    Localidade:
    Vila Real
    Pessoal, principalmente amantes e usuários de Android e ios a Microsoft não vai desaparecer no mercado dos smartphones, não foi para isso que ela entrou e tomou a na altura Nokia, muito pelo contrário, deixo-vos aqui o ínicio de algumas novidades que o Gigante está a preparar para 2017.
    Microsoft não brinca e ao contrário do que muitos atualmente pensam que aconteceu, a Microsoft não entrou no mercado dos telemóveis apoderando-se do antigo legado que era a Nokia em telemóveis para ser um mero concorrente, até agora muito criticado, posto de parte e com um pequeno nicho no mercado.
    Não, para quem minimiza a Microsoft neste mercado e não achou estranho este gigante entrar há uns anos no mercado de telemóveis na altura logo na maior e mais vendida marca da época Nokia e em pouco tempo tomar conta dela e terminar com o seu mercado nesta área, era a Nokia! Não era a Alcatel! Era a marca topo em telemóveis na altura que mais vendia! Hoje já nem se fala dela neste ramo, acham isso normal? Eu não.
    Em poucos anos o que a nível mundial era significado de marca de eleição de telemóveis deixou de existir e atualmente já quase ninguém sequer se lembra o quanto ela dominava esse mercado, sumiu, evaporou, tendo outras marcas como a Samsung, LG, Huawei entre outras se aproveitado disto e de que maneira!
    Não custa ponderar, duvidar, pensar duas vezes sobre isto, como um visionário neste ramo faz, parar, analisar e pensar antes das coisas acontecerem:
    Mas o que pretendia a Microsoft? Retirar a Nokia deste mercado para brincar aos telemóveis? Para ser um nicho de mercado, quase "gozada" pelos fãs e usuários e Android e ios? Com o maior sistema operacional do mundo Windows 10? Será que a equipa Microsoft entra num mercado, acaba com a maior e mais vendida marca de produtos desse ramo que na altura era impensável para depois ser posta de parte? Não me parece.
    Bom, as coisas vão começar a aquecer e a Microsoft começa a desvendar novidades muito bem pensadas para 2017, e de que maneira, e para o espanto de muitos uma nova revolução Microsoft vai começar a ser através da tecnologia dos seus smartphones Microsoft para Pcs:
    https://pplware.sapo.pt/microsoft/microsoft-a-revolucao-no-mundo-dos-pcs/

    Não sou nem nunca fui um visionário, mas em 2020 hei-de ler este post e ver se este tem fundamento ou não. A Iphone fala em inovação no seu 7? Retirar o jack? Bom, a Microsoft introduziu inovação antes de finalizar a sua produção no mercado da sua gama Lumia, gama que usou para se introduzir no mesmo mercado, introduziu no último modelo Lumia 950XL o sistema Continuum, que o telemóvel se liga a um monitor, teclado e rato e funciona como um autêntico pc, e posso dizer-vos como proprietário de um, que funciona mesmo muito bem. Esta inovação sim abre as portas para o futuro próximo.
    https://www.microsoft.com/pt-pt/windows/continuum

    Pessoal isto foi apenas o início do futuro, já em 2017 os anunciados Surface Phones com specs arrasadoras como 8GB Ram 500GB internos, vão ser já um cheirinho de autênticos portáteis, e o futuro dos smartphones cada vez mais portáteis, vai obrigatoriamente passar pelo Windows da Microsoft, sendo este sim, o objetivo que a Microsoft sempre teve e tem em ter entrado no mundo dos smartphones com a sua plataforma de software maior em nível mundial em pcs, entrou devagar, tomou a na altura glorificada Nokia em telemóveis com os Lumia, anuncia Surface Phones e há muito, muito mais na manga do gigante...
    Em 2020 aqui venho ver se tenho ou não razão... Mas nessa altura o sistema atual Android será lembrado como agora o fazemos do sistema Symbian de antigos telemóveis...

    Um abraço. :thumbsup:
    Diogo Ferraz e Kis gostaram disto.
  2. Kis

    Kis Membro PCDIGA

    Registo:
    13 Dezembro 2015
    Mensagens:
    2,663
    Likes Recebidos:
    1,669
    Localidade:
    Figueira da Foz
    Se a microsoft tiver uma loja tão aberta e ampla como a do ios e android aí sim, anda taco-a-taco com eles. Eu usei windows phone 3 anos e o telemóvel esteve sempre a bombar (até cair de uma altura sem jeito nenhum e partir-se, quando já tinha caído algumas vezes ahah)
    Zec@s_MTR gostou disto.
  3. Zavtekirou

    Zavtekirou Membro

    Registo:
    14 Novembro 2016
    Mensagens:
    24
    Likes Recebidos:
    5
    Boa tarde,

    A Microsoft sabe muito bem o que faz. Ao contrário da maioria das pessoas que comenta o que a Microsoft faz, que não sabem o que estão a dizer. É um gigante e tem muitas cabeças com altos conhecimentos do mercado, das tendências, de marketing, de hardware, de software, etc. A Microsoft não é uma empresa de desistir. Pode falhar 30 vezes. Mas mantém-se a falhar até acertar. E quando acerta, vale pelos 30 falhanços e ainda lhe traz lucro. Eles não brincam. Só para uma pequena comparação, a Apple em tempos maus quase faliu e foi a Microsoft a dar a mão com injeção de capital. A Microsoft nunca andou sequer perto da falência.

    O que a Microsoft está a fazer é uma manobra de um passo atrás para dar dois em frente. Demora é tempo. Primeiro querem livrar-se de quem tem smartphones Windows com versões anteriores ao Windows 10 Mobile. Porquê? Para deixarem de ter de dar suporte a esses terminais tanto a nível de software como de hardware e de garantias. Aí, até agradecem que essas pessoas se mudem para Android e iOS. Também porque querem fechar definitivamente a Windows Phone Store (que abrange o Windows Phone 7,8 e 8.1) e manter apenas a Windows Store (Windows 10 e Windows 10 Mobile).

    De seguida o que quer a Microsoft fazer? Regressar, com o Surface Phone (ou outro nome para o dispositivo). O terminal será enquadrado dentro da divisão Surface e isso irá proteger mais a empresa. Primeiro porque a marca Surface está bem vista no mercado. Está a render cada vez mais. E depois porque conseguem esconder as vendas do smartphone, sejam boas ou não, ou os seus lucros ou prejuízos. O único número que sai cá para fora em relatórios de contas é o número geral da divisão Surface como um todo, não de cada dispositivo em específico. Não libertam os números de vendas de cada tablet em específico, ás vezes nem de todos os tablets juntos quanto mais. Apenas dizem que a divisão Surface teve um lucro de X. E assim ficam mais protegidos das pressões de "venderam X terminais, tiveram Y de lucro ou prejuízo com os terminais", o que junto com a boa imagem da marca Surface pode ajudar nas vendas.

    Depois, a Microsoft vai avançar para o setor empresarial. Que é o setor mais importante de todos! O consumidor comum vive do que? De trabalhar. É no setor empresarial que o consumidor comum ganha o seu ordenado. Ou seja, ninguém escapa do setor empresarial. E para quem depende do trabalho, o trabalho será sempre mais importante que o lado consumista do consumidor. E a Microsoft é uma grande empresa, com muitos contactos na indústria, muito conhecimento, muito bem estabelecida entre empresas, etc. Será relativamente mais fácil para a Microsoft conseguir grandes contratos de venda de milhares de equipamentos a empresas que seria colocar esses dispositivos para venda em lojas e eles serem vendidos. Porque assim é a própria Microsoft a tratar de os vender e não a tê-los em prateleiras á espera de serem vendidos.

    Isto é uma estratégia com sentido. Se for bem sucedida no setor empresarial, que é o setor que sustém a Microsoft e onde a empresa faz o seu rendimento em grande parte, aí podem avançar para o consumidor comum. Porque se as pessoas começarem a usar smartphones Windows no trabalho, além do PC Windows que já usam no trabalho também e se calhar o 2-1 Windows em casa, a probabilidade de comprarem um smartphone Windows para uso doméstico aumenta drasticamente.

    A última grande novidade da Microsoft foi o Windows 10 desktop a correr em ARM. Pode ser mais um grande passo. Podemos começar a ter Windows 10 desktop em smartphones e acabar o Windows 10 Mobile. A Microsoft pode vir a integrar a Shell do Windows 10 Mobile no Windows 10 desktop e pronto, ele adapta-se automaticamente a um ecrã pequeno para ficar com o look do Windows 10 Mobile. Também já se falou de integrarem a Shell da Xbox One no Windows 10 desktop, e já é conhecido que integraram a Shell do Windows Holografic no Windows 10 desktop. Podemos vir a ter um sistema operativo único, com a capacidade de se adaptar a vários tipos de dispositivos diferentes, com as diferentes Shells todas incorporadas em si, apenas uma versão de um sistema operativo. Ser apenas Windows 10, não haver desktop/mobile/consola/hololens/IoT/etc.

    Cumprimentos.
    Última edição: 17 Dezembro 2016
    Zec@s_MTR gostou disto.

Partilha esta Página

Users a ver o Tópico neste momento (Users: 0, Visitantes: 0)