Red Bull Air Race chega este fim de semana às margens do Douro

Discussão em 'Discussão Geral' iniciada por costa, 29 Agosto 2017.

  1. costa

    costa Membro PCDIGA Veterano PCDIGA

    Registo:
    19 Janeiro 2015
    Mensagens:
    3,596
    Likes Recebidos:
    1,168
    Localidade:
    Barcelos
    O programa começa já na sexta-feira (01/09)

    Dez anos depois da estreia, as margens do Douro voltam-se a encher com os destemidos pilotos de aviação desportiva, com a sexta etapa de 2017 da Red Bull Air Race World Championship.

    No sábado (2 de Setembro), os aviões levantam voo para as Qualificações e no domingo (3 de Setembro) temos as várias rondas da competição, que podem ser vistas nas margens do Rio Douro, tanto em Vila Nova de Gaia como no Porto.

    Durante estes dias vão haver várias actividades para o público, esquadrilhas acrobáticas, atletas de parapentee de “skydiving” e ainda um desfile de máquinas históricas. E para que ninguém fique de fora, vão ser montados vários ecrãs gigantes para não se perder nada deste grande show de aviação.

    Caso queiram ver o programa oficial completo, podem fazê-lo aqui.

    https://canoticias.pt/entretenimento/red-bull-air-race-chega-fim-semana-as-margens-do-douro/
  2. costa

    costa Membro PCDIGA Veterano PCDIGA

    Registo:
    19 Janeiro 2015
    Mensagens:
    3,596
    Likes Recebidos:
    1,168
    Localidade:
    Barcelos
    MELANIE ASTLES: «NA RED BULL AIR RACE SOU TRATADA COMO UM PILOTO, NÃO COMO UMA MULHER PILOTO»
    Francesa é a única mulher em prova entre 23 pilotos

    [​IMG]

    Uma das novidades que a Red Bull Air Race vai trazer neste regresso ao Porto é, como já foi noticiado, a presença da primeira mulher piloto na prova. A francesa Melanie Astles, de 35 anos, compete na classe Challenger e tem como objetivo chegar à classe principal.

    Pentacampeã francesa em acrobacia aérea, a ligação de Melanie aos aviões começou ainda em criança, quando teve oportunidade de se sentar no cockpit de uma avião num show aéreo em Inglaterra: "Foi desde esse dia que soube que queria conquistar os céus", refere a piloto em declarações reproduzidas no site da Red Bull Air Race.


    [​IMG]Com o objetivo definido, Melanie deixou a escola quando atingiu a maioridade e começou a trabalhar, tornando-se gerente de postos de gasolina. Entretanto, com o dinheiro angariado, começou a ter aulas de voo, que acabou de pagar com trabalho realizado no aeródromo.

    Não passou muito tempo até conseguir entrar na Red Bull Air Race: "Quando fui selecionada para participar na Challenger Class, em 2016, senti-me no topo do Mundo". Foi segunda classificada na derradeira corrida do ano passado, em Indianápolis, e o pensamento foi só um para esta temporada: "Agora sei que consigo lá chegar".

    Já esta época, participou em três corridas até agora - Abu Dhabi, Chiba e Kazan, com o melhor resultado (2.º lugar) a ser obtido na cidade japonesa. Seguem-se Porto e Lausitz, sempre com o olhar fixado na grande final de Indianápolis.

    Mas como se sente uma mulher no meio de 22 homens? Perfeitamente integrada, segundo Melanie Astles, e com tratamento igual a todos os outros.

    "Na Red Bull Air Race sou tratada como um piloto, não como uma mulher piloto. Não se trata apenas de ser uma mulher num desporto de homens, é acima de tudo ser boa naquilo que faço", afirma a francesa.

    Melanie é, de resto, procurada por jovens pilotos que lhe expõem as suas ambições e lhe pedem conselhos

    "Tenho ouvido muitos testemunhos, de rapazes de raparigas, que dizem que a minha experiência os inspira a ir em frente com os seus sonhos. Em troca, eles também me motivam para ser ainda melhor. Fico feliz se os conseguir ajudar a entender que o trabalho duro e a determinação podem ajudá-los a atingir os seus sonhos. Os sonhos podem realizar-se se lutarmos por isso", concluiu.
    A Red Bull Air Race passa pelo Porto a 2 e 3 de setembro, 10 anos depois da primeira vez na cidade Invicta.

    http://www.record.pt/modalidades/de...omo-um-piloto-nao-como-uma-mulher-piloto.html
  3. costa

    costa Membro PCDIGA Veterano PCDIGA

    Registo:
    19 Janeiro 2015
    Mensagens:
    3,596
    Likes Recebidos:
    1,168
    Localidade:
    Barcelos
    Quais as ruas do Porto que fecham durante a Red Bull Air Race
    [​IMG]

    Conheça os condicionamentos de trânsito previstos para os dias 1, 2 e 3 de Setembro, as datas em que a Red Bull Air Race volta ao Porto e a Vila Nova de Gaia
    A etapa portuguesa da Red Bull Air Race, que se disputa nos dias 1, 2 e 3 de Setembro, leva às margens do rio Douro (Porto e Vila Nova de Gaia) milhares de pessoas.
    Na sexta-feira, 1 de Setembro, decorrem os treinos livres, no sábado, 2 de Setembro, realizam-se as qualificações, sendo que o domingo, 3 de Setembro, é o dia dedicado às várias rondas da competição.
    O público pode acompanhar a prova em vastas áreas de acesso livre, onde serão montados ecrãs gigantes, o que obrigará a vários condicionamentos de trânsito com delimitação de perímetros de segurança.


    A Câmara Municipal do Porto, no seu site oficial, já anunciou os locais condicionados:
    Na sexta-feira (1 de Setembro), toda a Avenida Gustavo Eiffel vai estar proibida ao trânsito desde o Freixo até à Rua D. Pedro V.
    No sábado e domingo (2 e 3 de Setembro), a proibição estende-se do Freixo até ao Fluvial e inclui a Rua D. Pedro V.
    No dia 2 e 3, a proibição de circulação viária inclui a Praça e Avenida da Liberdade, a Praça Almeida Garrett, a Rua Clube dos Fenianos, a Rua dos Heróis e dos Mártires de Angola e a Rua de Camões, entre a Rua de Gonçalo Cristóvão e a Rua de Alferes Malheiro, tudo no sentido descendente (norte/sul).
    A ponte Luiz I estará cortada ao trânsito, sendo também proibida a circulação de peões de 1 a 3 de Setembro.
    Toda a zona do Centro Histórico estará condicionada ao trânsito, com eventuais cortes que poderão ser reduzidos ou alargados conforme as condições de segurança o determinarem no momento, sob decisão da Polícia.
    Estão também previstos corredores de emergência para as forças de segurança e socorro e demais entidades envolvidas em toda a operação de segurança e mobilidade preparada para a prova.
    A Câmara do Porto preparou na Casa do Roseiral, nos Jardins do Palácio de Cristal, uma área reservada aos espectadores com mobilidade reduzida e que funcionará nos dias 1 a 3 de Setembro, no horário compreendido entre as 10 e as 18 horas.
    http://www.ojogo.pt/modalidades/not...ham-durante-a-corrida-dos-avioes-8728300.html
  4. costa

    costa Membro PCDIGA Veterano PCDIGA

    Registo:
    19 Janeiro 2015
    Mensagens:
    3,596
    Likes Recebidos:
    1,168
    Localidade:
    Barcelos
    Red Bull Air Race: "Ganhar no Porto seria importante"

    Catarina Domingos
    28 Agosto 2017 às 13:06

    [​IMG]
    Inspirado por uma série de desenhos animados, "Yoshi" ganhou paixão pela aviação, aventurando-se nas provas acrobáticas. O nipónico chegou à Red Bull Air Race em 2009 e trouxe inovações como meditar antes de competir.

    Na primeira vez que competiu sobre o rio Douro, Yoshihide Muroya, agora com 44 anos, não teve muito tempo para conhecer a cidade e o país, mas, em entrevista a O JOGO, surpreende ao conhecer bem as ligações históricas entre Portugal e Japão.

    Que expectativas tem para a Red Bull Air Race Porto 2017?

    -Estou muito feliz por competir no Porto outra vez. Os portugueses são muito entusiastas, então estamos à espera de multidões. Vou seguir o meu plano e, se tudo correr bem, ele levar-me-á a um lugar no pódio.

    O que sabe sobre o Porto?

    -A minha primeira corrida cá foi em 2009. Nessa época, o meu melhor registo em sessões de qualificação foi obtido no Porto. Estive apenas dedicado à competição e, infelizmente, não tive muito tempo para conhecer a cidade. De qualquer forma, Portugal tem muitas ligações históricas com o Japão. Um exemplo é que um barco português à deriva foi resgatado pelos habitantes de uma pequena ilha japonesa (Tanegashima, onde o meu avô viveu), que, num gesto de gratidão pela ajuda, receberam armas de fogo da tripulação do barco. Foram as primeiras armas a chegar ao Japão, no século XVI.

    Que opinião tem do traçado da prova portuense, com as pontes, muitas pessoas nas margens...

    -Estou mesmo animado por voar diante da multidão que vai estar ao longo das margens. Gosto do rio e do traçado estreito.

    Quais são as possibilidades de se sagrar campeão nesta época?

    -Ganhar no Porto seria muito importante para arrecadar o título deste ano.

    Como chegou à Red Bull Air Race?

    -Em 2007, fui selecionado para participar num campo de treino para rookies. Depois disso, em 2008, fui convidado para outro campo de treino de 10 meses para obter a licença da classe Master na Red Bull Air Race. Finalmente, comecei a competir em 2009.

    Desde que chegou à Red Bull Air Race, introduziu a meditação Zen antes das corridas. Como consegue no meio de tanta adrenalina?

    -A meditação Zen tem um impacto muito positivo na concentração e motivação. Ajuda ao autocontrolo, a ficar calmo e a canalizar a adrenalina.

    Como nasceu essa paixão pela aviação?

    -Começou com a série de desenhos animados chamada Gundam, fascinavam-me e levaram-me a querer voar. Tirei a minha licença e fui para as provas acrobáticas. A minha primeira grande prova acrobática foi em 1995.

    Qual foi o momento mais desafiante da carreira?

    -Cada ano na Red Bull Air Race é mais desafiante do que o anterior. Primeiro, o desafio era começar a competir no meu próprio avião, agora é ganhar o campeonato.

    Qual foi a vitória mais especial que teve na Red Bull Air Race?

    -Sem dúvida, a etapa de Chiba (Japão), em 2016. Foi a minha primeira, portanto, é a mais especial.

    http://www.ojogo.pt/modalidades/not...ganhar-no-porto-seria-importante-8732774.html
  5. costa

    costa Membro PCDIGA Veterano PCDIGA

    Registo:
    19 Janeiro 2015
    Mensagens:
    3,596
    Likes Recebidos:
    1,168
    Localidade:
    Barcelos
    Red Bull Air Race: Programa oficial da etapa do Porto

    [​IMG]

    Red Bull Air Race: Porto
    © HUGO SILVA
    Dez anos depois da estreia, as margens do Douro – entre as cidades do Porto e de Vila Nova de Gaia – voltam a receber os melhores pilotos da aviação desportiva, com a sexta etapa de 2017 do Red Bull Air Race World Championship. Muita coisa mudou desde a última etapa realizada neste cenário, em 2009. Há nomes que certamente ainda fazem parte da memória dos fãs portugueses, como é o caso do atual líder do Campeonato – o norte-americano Kirby Chambliss, que ficou em segundo lugar na edição de 2008. No entanto, para metade dos pilotos que irão participar na competição, o traçado é uma novidade absoluta. Um dado que reflete bem a renovação natural deste desporto.



    site da competição e também na SIC, SIC Radical e sic.pt.

    Mais Informações em:


    Programa
    Sexta (01/09):

    • 17h30: Visita ao Aeroporto Red Bull Air Race (Queimódromo) – Sessão de Autógrafos
    Sábado (02/09):

    • 10h00: Aeroporto Red Bull Air Race (Queimódromo) aberto ao público
    • 11h00: Voo de aferição
    • 11h25: Side Acts - YAK 52 e C45 Twinbeech
    • 11h45: Challenger Class - Treinos Livres
    • 13h50: Master Class - Treinos Livres
    • 15h05: Side Act - Parapente Manuel Tejero
    • 15h15: Challenger Class - Qualificação
    • 16h00: Master Class - Qualificação
    • 17h30: Side Act - Flying Bulls DC-6
    • 17h35: Side Act - Paraquedismo Red Bull Skydive Team
    • 17h45: Sessão de Autógrafos Aeroporto Red Bull Air Race (Queimódromo)
    • 19h00: Final do Dia de Qualificações
    Domingo (03/09):

    • 11h00: Visita ao Aeroporto Red Bull Air Race (Queimódromo) – Sessão de Autógrafos
    • 11h15: Voo de aferição
    • 12h00: Challenger Cup
    • 12h55: Cerimónia de abertura e Side Act – Voo com a bandeira – Red Bull Skydive Team
    • 13h00: Master Class - Ronda de 14
    • 14h10: Side Act – Parapente Manuel Tejero
    • 14h20: Side Act – Flying Bulls DC-6 e YAK 52
    • 14h35: Challenger Class - Cerimónia de Entrega de Prémios
    • 14h45: Side Act – C45 Twinbeech
    • 15h00: Master Class - Ronda de 8
    • 15h30: Master Class - Final 4
    • 15h55: Master Class - Receção de Pilotos no Aeroporto Red Bull Air Race (Queimódromo)
    • 16h35: Master Class - Cerimónia de entrega de prémios no Cais de Gaia
    • 17h00: Encerramento


    Calendário:
    • Emirados Árabes Unidos - Abu Dhabi | 10 e 11 fevereiro
    • Estados Unidos da América - San Diego | 15 e 16 abril
    • Japão - Chiba | 3 e 4 junho
    • Hungria - Budapeste | 1 e 2 julho
    • Rússia - Kazan | 22 e 23 julho
    • Portugal - Porto | 2 e 3 setembro
    • Alemanha - Lausitzring | 16 e 17 setembro
    • Estados Unidos da América - Indianápolis | 14 e 15 outubro


    Classificação do Red Bull Air Race World Championship - MASTER CLASS (após 5 etapas):
    1. Kirby Chambliss (EUA): 40 pontos
    2. Yoshihide Muroya (JPN): 39 pontos
    3. Martin Sonka (CZE): 39 pontos
    4. Pete McLeod (CAN): 38 pontos
    5. Petr Kopfstein (CZE): 30 pontos
    6. Matthias Dolderer (GER): 24 pontos
    7. Michael Goulian (EUA): 23 pontos
    8. Juan Velarde (ESP): 21 pontos
    9. Matt Hall (AUS): 16 pontos
    10. Nicolas Ivanoff (FRA): 14 pontos
    Classificação do Red Bull Air Race World Championship - CHALLENGER CLASS (após 5 etapas):
    1. Florian Berger (GER): 28 pontos
    2. Daniel Ryfa (SWE): 24 pontos
    3. Luke Czepiela (POL): 24 pontos
    4. Kevin Coleman (EUA): 16 pontos
    5. Baptiste Vignes (FRA): 14 pontos
    6. Kenny Chiang (CHN): 12 pontos
    7. Mélanie Astles (FRA): 12 pontos
    8. Ben Murphy (GBR): 12 pontos
    9. Daniel Genevey (HUN): 8 pontos
  6. costa

    costa Membro PCDIGA Veterano PCDIGA

    Registo:
    19 Janeiro 2015
    Mensagens:
    3,596
    Likes Recebidos:
    1,168
    Localidade:
    Barcelos
    [​IMG]

    Porto de fora do circuito da Red Bull Air Race em 2018
    FERNANDO VELUDO/LUSA
    A prova passou pelo Porto e Vila Nova de Gaia em setembro

    Portugal fica de fora do circuito de 2018 da Red Bull Air Race, uma competição aérea que este ano passou pelo Porto e Vila Nova de Gaia, disseram esta quarta-feira os promotores do evento.

    Contactada pela Lusa, a organização da competição considerada como o campeonato do mundo da aviação desportiva limitou-se a afirmar que "não será realizada em 2018 uma etapa da Red Bull Air Race em Portugal".

    Pondo fim a um interregno de oito anos, a prova regressou ao Porto e Vila Nova de Gaia este ano e o diretor geral da Red Bull Air Race, Erich Wolf, admitiu, em 08 de março, durante a apresentação pública da etapa do circuito mundial de 2017, que podia regressar noutros anos se fosse "convidado".

    "Ficaríamos satisfeitos se voltássemos depois de 2017. Porto e Gaia são uma das melhores localizações mundiais do campeonato. É uma localização única. Estamos prontos para voltar se formos convidados", destacou Erich Wolf.

    Na apresentação em que o presidente do Turismo do Porto e Norte, Melchior Moreira, revelou que a prova de 2017 iria custar seis milhões de euros, o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, assegurou que a candidatura estava "aprovada", referindo que o compromisso era que "cada uma das autarquias" pagasse "225 mil euros" pela etapa do campeonato mundial, para além da "parte logística em cada uma das margens" do rio Douro.

    Na mesma ocasião, o presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, destacou a "verdadeira parceria estratégica" posta em prática para a realização do evento em Portugal.

    No segundo dia da prova, que decorreu em 2 e 3 de setembro, o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, em declarações à Lusa afirmou que o Governo veria "com bons olhos a sua continuação".

    "É um esforço que o Governo central, as autarquias, os patrocinadores todos têm de fazer para que estes eventos continuem, mesmo requerendo um grande esforço de organização e de apoio financeiro", frisou Manuel Caldeira Cabral.

    O título de Campeão do Mundo de 2018 arranca a 2 e 3 de fevereiro em Abu Dhabi, nos Emiratos Árabes Unidos, seguindo-se Cannes (França) a 21 e 22 de abril. Em maio, os pórticos insufláveis com 25 metros de altura vão erguer-se noutra localização europeia, ainda por revelar, na terceira etapa da época, voando depois em Budapeste, na Hungria, a 23 e 24 de junho.

    Segue-se a Ásia, no início de agosto, numa localização ainda a anunciar e, a 25 e 26 desse mês, dá-se o regresso a Kazan, na Rússia. A 6 e 7 de outubro será a vez de Indianápolis, nos Estados Unidos, sendo a Ásia, em localização a confirmar, a região do planeta para ser disputada em novembro a final.

    https://www.dn.pt/desporto/interior...ito-da-red-bull-air-race-em-2018-8903479.html

Partilha esta Página

Users a ver o Tópico neste momento (Users: 0, Visitantes: 0)